Qualidade sanitária de sementes de soja em função de aplicações a campo com fungicida e fertilizante foliar

99

O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade sanitária de sementes de soja em função da aplicação de fungicida e associações com fertilizante foliar à base de fosfitos, micronutrientes, aminoácidos e aditivos especiais.

Autores:   W. ZANINI1; A. MATUCZAK1; T. D. C. SIEGA2; N. L. DALACOSTA2; J. C. POSSENTI 3; S. M. MAZARO.3

Trabalho disponível nos Anais do Evento e publicado com o consentimento dos autores.

Resumo

O manejo de doenças, com o uso de fungicidas durante o ciclo de cultivo, propicia além da redução de doenças, incremento de produtividades e sementes maior qualidade. O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade sanitária de sementes de soja em função da aplicação de fungicida (Picoxistrobina (60 g.ha-1) + Ciproconazol (16 g.ha-1) e associações com fertilizante foliar à base de fosfitos, micronutrientes, aminoácidos e aditivos especiais (Ultrazeb Premium® 0.3 L.ha-1).

Foram realizadas três aplicações de forma isolada e associada, com início na fase fenológica R1 e com 15 e 30 dias após a primeira aplicação. As concentrações dos produtos seguiram as recomendações dos fabricantes para a cultura da soja. O experimento foi realizado em lavoura comercial, com a cultivar NA 5909 RG, no delineamento blocos ao acaso, com parcelas de 12m2, em 4 repetições.

Após a colheita, as sementes foram transportadas para o Laboratório de Sementes da UTFPR – Dois Vizinhos, e então separadas em lotes com 200 sementes, divididas em oito repetições com 25 sementes cada. As sementes foram distribuídas equidistantes em caixa Gerbox, sob duas folhas de papel filtro e umedecida com água destilada. Após foram armazenadas por sete dias em câmara de germinação do tipo BOD, com temperatura de 25ºC e fotoperíodo de 12 horas. Posteriormente, as sementes foram avaliadas com auxilio de estereomicroscópio (lupa), onde se identificou a incidência de fungos presentes, através das características estruturais e reprodutivas dos mesmos.

O uso do fungicida em associação com o fertilizante foliar reduziu a incidência de fungos nas sementes. Os principais gêneros observados foram Cercospora e Fusarium e com menor incidência Phomopsis, Aspergillus, Penicillium.

Palavras chaves: Fosfitos; Incidência de patógenos; Sanidade de sementes.

Informações dos autores:

1Acadêmicos de Agronomia, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos;

2Pós-graduandos em agronomia, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco;

3 Professor COAGR, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, Paraná.

Disponível em: Anais do 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia, Uberlândia – MG, Brasil.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA